Nota do ENEM é porta de entrada para o ensino superior

Publicado por Educação em

Todos os anos, cerca de 5 milhões de estudantes fazem o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), sempre em novembro, e ficam ansiosos até a divulgação do resultado final. Isso, porque a nota do ENEM serve para ter acesso ao ensino superior brasileiro.

O ENEM é hoje o segundo maior processo seletivo do mundo, perdendo apenas para a avaliação nacional chinesa.

A nota do ENEM pode ser usada para conquistar uma vaga no ensino superior ou técnico em instituições nacionais e até internacionais.

Para que serve a nota do ENEM?

Ok, já entendi a importância da nota do ENEM, mas como isso funciona?

Sistema de Seleção Unificada (Sisu)

Quando as notas do ENEM forem liberadas, os estudantes poderão se cadastrar no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para indicar até dois cursos de graduação em universidades públicas aos quais pretendem concorrer.

Os inscritos no Sisu são classificados para as vagas conforme a nota obtida no ENEM. Quem não for selecionado em uma das 68 instituições que aderiram ao Enem como forma de seleção pode confirmar o interesse em permanecer na fila de espera do Sistema de Seleção Unificada.

Programa Universidade para Todos (ProUni)

Os estudantes também podem usar a nota do ENEM para buscar uma vaga em instituições particulares.

Com o resultado do ENEM, é possível concorrer a bolsas de estudo integrais e parciais por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) em cursos de graduação ou sequenciais. O ProUni atende a pessoas que cursaram o ensino médio em escolas públicas ou que foram bolsistas em instituições particulares.

Quem pode participar do ProUni?

Para se inscrever, é preciso ter participado da última edição do ENEM e obtido ao menos 450 pontos na média das notas, além de não zerar a redação. É necessário também cumprir uma das seguintes condições:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em escola da rede particular (completa ou parcialmente), desde que na condição de bolsista integral
  • Ser pessoa com deficiência
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura (nesses casos, não há requisitos de renda)

Também é preciso atender às exigências de renda para participar do ProUni.

Existem dois tipos de bolsa no ProUni:

  • integral, destinada aos estudantes com renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa
  • parcial, de 50%, voltada aos candidatos com renda familiar bruta mensal que deve ser de até três salários mínimos por pessoa

Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)

O programa oferece oportunidade de financiamento do curso superior em instituições particulares, com condições facilitadas. Para quem tem renda familiar per capita de até três salários mínimos, a taxa de juros é zero. Já para os inscritos com renda familiar per capita de até cinco salários mínimos, há também condições especiais pelo P-Fies.

Para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), é necessário ter obtido pelo menos 450 pontos no ENEM e não ter zerado a redação. É possível utilizar a nota obtida em edições anteriores da prova, a partir de 2010.

Cursos técnicos do Pronatec

A nota do ENEM é também uma alternativa para a matrícula em cursos técnicos gratuitos.

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) oferece turmas gratuitas em todo o Brasil. As inscrições nessa modalidade são feitas pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

Para concorrer, é necessário ter prestado o ENEM e não ter zerado a redação.

Universidades portuguesas aceitam o ENEM

Além das oportunidades no Brasil, 37 universidades, escolas superiores e institutos politécnicos de Portugal, a partir de um convênio com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), também adotaram a nota do ENEM como forma de acesso.

As datas e outras informações sobre o processo de inscrição são divulgadas pelas próprias instituições portuguesas cadastradas.

Após entender como usar a nota do ENEM para ter acesso ao ensino superior, veja também que o MEC anunciou mudanças no ENEM 2019 e descubra quais são os melhores cursos da Anhembi Morumbi.

O conteúdo original, base deste texto sobre o uso da nota do ENEM, foi publicado no site do governo brasileiro.

Categorias: ENEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *