Como usar a nota do Enem para estudar em Portugal?

Como usar a nota do Enem para estudar em Portugal?

A lista de instituições de ensino superior portuguesas que aceitam o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) cresceu. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) firmou acordo com o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), localizado no norte de Portugal.

Agora, 49 instituições portuguesas passam a aceitar os resultados do Enem para acesso à educação superior. Aprenda como usar a nota do Enem para estudar em Portugal.

O IPVC, novo parceiro do MEC, oferece cursos de graduação em agronomia, educação, tecnologia e gestão de ciências empresariais, tecnologia e gestão de saúde e esporte e lazer. A instituição tem cerca de 5 mil estudantes e 275 docentes.

Para o presidente do Inep, Alexandre Lopes, a adesão de mais uma instituição mostra como a iniciativa é bem recebida.

“Temos muito a aprender com essa troca de experiências, que permite ao Inep conhecer melhor as práticas portuguesas, além de ser uma porta para conhecer o modelo educacional europeu. Já o estudante brasileiro que usa a nota do Enem para estudar em Portugal volta com o título e também com uma experiência de vida”, destacou Lopes.

O presidente do IPVC, Carlos Manuel da Silva Rodrigues, destacou a importância da parceria com o Inep para a internacionalização da instituição portuguesa.

“Quanto mais internacional for uma instituição de ensino, mais cosmopolita ela também será. Não oferecemos apenas uma formação técnica. A convivência com o diferente também forma o cidadão. Por esse motivo, temos muito interesse em ampliar nossa internacionalização”, afirmou o presidente do IPVC.

Quem pode usar a nota do Enem para estudar em Portugal?

Para se candidatar, os estudantes brasileiros não podem ter cidadania portuguesa nem morar em Portugal há mais de dois anos. Além disso, devem ter o certificado de conclusão do ensino médio e um passaporte válido.

As exigências valem para as inscrições em qualquer universidade ou instituto de ensino superior. Além disso, os candidatos devem checar quais outros requisitos podem ser exigidos, de acordo com o curso ou faculdade que escolherem e como cada instituição usa a nota do Enem para estudar em Portugal.

Segundo o Inep, as instituições de Portugal que aceitam o Enem têm liberdade para definir qual será a nota de corte para o acesso dos estudantes brasileiros aos cursos ofertados. Na Universidade do Porto, por exemplo, as notas do exame podem ter um peso diferente em função do curso que o candidato pretende ingressar.

Além disso, as datas de matrícula, prazos de inscrição e números de vagas também variam de acordo com cada instituição portuguesa. É importante que os estudantes estejam atentos aos calendários das faculdades.

Outra variável é o preço das mensalidades, que em Portugal são chamadas de propinas. Mesmo as universidades públicas são pagas e os valores podem variar bastante. No país, as universidades públicas concentram a maior parte dos alunos do ensino superior (mais de 80% das cerca de 370 mil matrículas).

Onde usar a nota do Enem para estudar em Portugal?

1. Universidade de Coimbra (UC)
2. Universidade do Algarve (UAlg)
3. Instituto Politécnico de Leiria
4. Instituto Politécnico de Beja
5. Instituto Politécnico do Porto (P.Porto)
6. Instituto Politécnico Portalegre (IPP)
7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA)
8. Instituto Politécnico de Coimbra (IPC)
9. Universidade de Aveiro (UA)
10. Instituto Politécnico da Guarda (IPG)
11. Universidade de Lisboa (ULisboa)
12. Universidade do Porto (U.Porto)
13. Universidade da Madeira (UMa)
14. Instituto Politécnico de Viseu (IPV)
15. Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarem)
16. Universidade dos Açores (UAc)
17. Universidade da Beira Interior (UBI)
18. Universidade do Minho – 24/10/2016
19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu)
20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Universidade Lusófona)
21. Instituto Politécnico de Setúbal (IPS)
22. Instituto Politécnico de Bragança (IPB)
23. Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB)
24. Universidade Lusófona do Porto (ULP)
25. Universidade Portucalense (UPT)
26. Instituto Universitário da Maia (Ismai)
27. Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia)
28. Universidade Católica Portuguesa (UCP)
29. Universidade Fernando Pessoa (UFP)
30. Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (ISPA)
31. Instituto Leonardo da Vinci (ILV)
32. Escola Superior de Saúde do Alcoitão (Essa)
33. Universidade Lusíada – Norte
34. Universidade Lusíada
35. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC)
36. Escola Superior Artística do Porto (Esap)
37. Universidade Europeia
38. Instituto Universitário de Lisboa (Iscte-IUL)
39. Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa (ESSNorteCVP)
40. Universidade Autônoma de Lisboa (UAL)
41. Instituto Politécnico da Lusofonia (Ipluso)
42. Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe)
43. Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (Ismat)
44. Instituto Superior Dom Dinis (Isdom)
45. Instituto Superior de Gestão (ISG)
46. Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém (Isla Santarém)
47. Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia (Isla Gaia)
48. Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) de Lisboa
49. Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC)

Se você não participou da última edição do Exame, fique atento ao prazo de inscrição do Enem 2020 para ampliar as suas chances de estudar no exterior em 2021.

Depois de aprender como usar a nota do Enem para estudar em Portugal, que tal aproveitar para estudar um pouco com as redações nota 1.000 ou veja lista de sites que oferecem cursos gratuitos para se aprimorar.

Gostou das nossas dicas de como usar a nota do Enem para estudar em Portugal? Compartilhe com os amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *