Existe diferença entre diploma EaD e presencial?

Toda inovação ou mudança de paradigma costuma despertar tanto interesse como dúvidas. No caso da educação superior, não poderia ser diferente. Há tantas décadas estamos acostumados a desenvolver nossas formações no regime presencial que o surgimento de uma nova modalidade, em um campo tão importante como a educação, dá margem a alguns questionamentos.

No caso da educação a distância, uma das principais dúvidas do vestibulandos, além de definir qual faculdade deve fazer é se existe diferença entre o diploma de EaD e presencial. Aqui, já vamos logo antecipando a resposta e dizer que não, não há diferença de diploma, a única coisa que muda é a forma de cursar.

O que é importante em uma formação superior?

Pensemos bem, qual é a característica mais importante em uma instituição de ensino superior? Em primeiro lugar, temos que destacar a qualidade do ensino. Naturalmente, qualidade não nasce do nada, ela é fruto de um corpo docente amplamente qualificado, da grade curricular dos cursos, do acervo à disposição dos estudantes, e por algo não menos importante: o reconhecimento pelo Ministério da Educação (MEC).

Seja uma instituição de ensino superior com graduação a distância ou presencial, qualquer curso precisa ser, em primeiro lugar, autorizado pelo MEC. De fato, nenhuma instituição pode sequer oferecer uma formação sem contar com o aval do Ministério da Educação.

Em segundo lugar, o diploma de EaD e presencial precisam ser reconhecidos pelo MEC. Ou seja, uma vez que o curso é autorizado, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Legislação e Documentos (Inep) faz uma análise completa da infraestrutura, corpo docente, matriz curricular e qualquer outro aspecto relacionado ao ensino para validar o certificado.

Resumindo, os diplomas de EeD e presencial não podem ser emitidos sem que a instituição e curso tenham passado por todos os trâmites necessários requeridos pelo MEC e aprovados. Aqui, o que se avalia é a formação, não necessariamente a modalidade.

Sobre dúvidas e questionamentos da diferença de diploma

Como já destacamos, tudo o que é novo desperta dúvidas. Por outro lado, é preciso entender que os processos educativos não devem permanecer estagnados e imutáveis. De fato, se a gente for pesquisar a fundo, a formação a distância não é algo necessariamente novo.

A formação superior, por outro lado, recentemente começou a aproveitar os avanços tecnológicos para dar esse salto e conseguir chegar a muito mais pessoas, por um valor mais acessível, com muito mais liberdade horária e, até mesmo, geográfica.

O diploma presencial da faculdade do seu bairro tem a mesma validade do diploma EaD daquela instituição superior que você escolheu cursar e que pode estar a milhares de quilômetros.

É importante deixar claro que o diploma não especifica qual foi a modalidade em que o curso foi feito. Mesmo que algum contratante tenha interesse em saber essa informação, ela não estará disponível no documento.

Ponto para os estudantes, que já não precisam mudar de cidade e modificar completamente suas vidas para frequentar uma instituição de seu interesse, sem falar que o leque de opções aumenta significativamente, aliás, já pensou em mudar do presencial para EaD?

O que importa, no final das contas, é a qualidade do ensino e dedicação do aluno. Se os diplomas de EaD e presencial têm o mesmo peso, por que não aproveitar a oportunidade de estudar nas melhores faculdades e não só nas que estão próximas, com um investimento mais em conta e com uma formação superior?

Veja também:

follow:
Educação

Educação

Textos relacionados