Estudar a distância é mais fácil ou mais difícil?

Estudar a distância é mais fácil ou mais difícil? ✔️MITO

O número de matrículas em cursos a distância cresceu mais que o presencial no Brasil, de acordo com dados revelados pelo Censo de Educação Superior 2017, elaborado pelo Ministério da Educação (MEC). Crescimento nesta modalidade foi de 17,6%. Contudo, estudar a distância é mais fácil ou mais difícil?

Mesmo com o crescimento na procura por EaD, ainda existem muitas dúvidas que podem passar pela cabeça de quem pensa em fazer uma faculdade a distância. Se esse é o seu caso, você já pode ter pensado: como fazer faculdade a distância? Quais são as melhores faculdades EaD? Estudar a distância é mais fácil?

Para ajudar, apresentaremos as respostas abaixo. A seguir, ajudamos você a entender de uma vez por todas se estudar a distância é mais fácil ou não e qual a diferença entre um curso superior a distância e o presencial. Continue com a gente e aprenda tudo!

Estudar a distância é mais fácil: mito ou verdade?

A ideia de que estudar a distância é mais fácil é um dos mitos que rondam o ensino EaD. A resposta é: não. Fazer uma faculdade online não é mais fácil que fazer uma graduação presencial. Ambas as modalidades de ensino possuem a mesma exigência em termos de conteúdo.

Além disso, tanto na graduação online, quanto na presencial, o aluno precisa fazer atividades e avaliações para obter notas. É por meio delas que os estudantes são aprovados nas disciplinas e, consequentemente, podem conseguir o diploma.

Leia também: Conheça os cursos que pode fazer em uma faculdade

Mas qual a diferença entre estudar online e presencialmente, afinal?

De onde pode ter surgido o mito de que estudar a distância é mais fácil, então? É possível que seja pelo fato de que no passado não existia uma regulamentação rígida sobre a modalidade e também pela flexibilidade que os alunos têm para entregar os exercícios. Esses fatores dão uma certa “tranquilidade”, mas não tem nenhuma relação com facilidade.

Quando se faz uma graduação a distância, o aluno tem a possibilidade de assistir às aulas a qualquer hora e a partir de qualquer lugar, precisando ter apenas um computador com acesso à internet para isso.

Outra questão é que as atividades e avaliações também possuem prazos com datas e horários mais flexíveis no ensino a distância. Na maioria dos cursos presenciais, por outro lado, existem datas e horários pré-determinados que não podem ser modificados pelos estudantes.

Poder organizar a agenda para assistir aulas e fazer avaliações é o que torna o ensino a distância menos pesado para muitas pessoas. Isso é o que pode ter levado ao surgimento do mito de que essa modalidade de ensino seria mais fácil.

Essa questão da flexibilidade de horários é ainda mais importante para aquelas pessoas que precisam conciliar os estudos com outras atividades, como o trabalho e as obrigações familiares. Afinal, estudando online, podem organizar suas rotinas da forma que for melhor para elas.

Como você pode avaliar, as modalidades presenciais e EaD contam com pouquíssima diferença entre conteúdo, ou seja, a qualidade e exigência deve ser a mesma. A mudança fica apenas para a questão da flexibilidade de horários, o que não quer dizer que estudar a distância seja mais fácil ou não.

Inclusive, um levantamento recente do MEC apontou que estudantes de cursos EaD conseguem melhores notas do que aqueles que fazem a modalidade presencial.

Espero que tenha ajudado a você na sua pesquisa sobre a diferença entre as modalidades de ensino e também eliminado a dúvida se estudar a distância é mais fácil ou não.

Aproveite para ler aqui também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *