Americana é a 1ª mulher a vencer Prêmio Abel de Matemáticas 2019

Publicado por Educação em

Pela primeira vez, uma mulher será agraciada pelo Prêmio Abel de Matemáticas 2019, segundo a Academia Norueguesa de Ciências e Letras. O “Prêmio Nobel de Matemática” foi concedido a pesquisadora norte-americana Karen Uhlenbeck, de 76 anos, estuda equações derivadas parciais.

O trabalho de Karen também estabelece as bases para modelos geométricos contemporâneos em matemática e física.

Referência também na luta pela igualdade de gênero nas ciências e matemática, Karen Uhlenbeck é co-fundadora do programa Women and Mathematics do Instituto (WAM), criado em 1993 para recrutar e capacitar mulheres para liderar em pesquisa matemática em todas as fases de suas carreiras acadêmicas.

Atualmente, Karen Uhlenbeck é pesquisadora visitante em pesquisas na Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, membro associado no Instituto de Estudos Avançados (IAS).

“Karen Uhlenbeck recebe o Prêmio Abel 2019 por seu trabalho fundamental em análise geométrica e teoria de calibre, que transformou dramaticamente o cenário matemático.”

Hans Munthe-Kaas, presidente da comissão Abel

A norte-americana é uma das fundadoras do Instituto de Matemática Park City (PCMI), que se destina à formação de jovens pesquisadores e na promoção da compreensão mútua dos interesses e desafios da matemática.

Nascida em Cleveland, ela “desenvolveu técnicas e métodos de análise global que estão atualmente na caixa de ferramentas de cada geômetra e analista”, indicou a Academia Norueguesa de Ciências e Letras.

O Prêmio Abel reconhece contribuições para o campo da matemática. A escolha do vitorioso é baseada em recomendações do Comitê Abel, composto por cinco matemáticos reconhecidos internacionalmente.

Karen Uhlenbeck é a primeira mulher a receber o Prêmio Abel, criado em 2003 pelo governo norueguês com o objetivo de compensar a ausência de um Prêmio Nobel para matemática.

O Prêmio Abel é uma homenagem ao matemático norueguês Niels Henrik Abel (1802-1829) e é dotado com seis milhões de coroas (R$ 2,6 milhões), sendo uma das mais prestigiosas distinções no mundo das matemáticas, junto com a Medalha Fields.

Categorias: DestaqueDICA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *